“O que você tem de burro eu tenho de inocente. Você é burro porque desperdiçou o amor que eu tinha pra dar, e eu, inocente por acreditar que você seria capaz de retribuir. Ou seja: Dois idiotas. Um com anseio de amar, outro com medo de se doar.”
Dois versos.  (via fraquejastes)

“Eu sabia… só não quis acreditar.”
Clara Brandão.  (via inverbos)

“Você nunca pareceu sentir minha falta e acho que por isso eu parei de sentir a sua.”
One Tree Hill.    (via inverbos)

“Minha avó dizia: para ser feliz, a gente não precisa sair do lugar, a gente tem que ser o lugar.”
Carpinejar.     (via inverbos)

Cansei de ser eu por todos e ninguém por mim.


“Se ele é burro o suficiente para ir embora, seja inteligente o suficiente para deixá-lo ir.”
Tati Bernardi.    (via prestigiador)

“Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.”
Crônica do Amor.  (via inverbos)

“Eu não tenho ninguém. E estou pouco ligando, na verdade. Muito cedo eu aprendi a perder. E me saí bem.”
Gabito Nunes.  (via autografia)

“Amo aquilo que acrescenta, alivia, ampara e faz sorrir. Detesto indelicadeza, agressão gratuita, deboche velado e quem deixa o ambiente pesado.”
Clarissa Corrêa.   (via inverbos)

THEME